Search
Wednesday 14 April 2021
  • :
  • :
Última Atualização

Quarto Domingo da Quaresma

O cego foi, lavou-se e voltou enxergando.

4º. domingo da Quaresma

Evangelho de João 9,1-41

Dirigente –Neste 4º. domingo de nossa caminhada quaresmal, somos convidados ao
encontro com o Senhor para que Ele nos ofereça sua luz e assim possamos ver com os
olhos da fé. Pelo nosso Batismo, recebemos a luz de Cristo; por ela, queremos ser
reconhecidos como filhos da luz.

Somos convocados a uma profunda conversão a fim de experimentarmos em nossa
vida o mistério da Cruz e a alegria da Páscoa da Ressurreição. As solenidades pascais
que se aproximam e renovam a nossa esperança n’Aquele que realiza em nós o querer
e o agir de Deus.

Queremos ser Iluminados pela unção do Espírito Santo, que nos abre os olhos para
contemplarmos a misericórdia do Senhor e a renovação desta unção do Espírito Santo,
a fim de que, atentos à realidade que nos cerca, não cansemos de agir com compaixão
e zelo pelo próximo.

Jesus afasta-se do Templo, fugindo dos fariseus que queriam apedrejá-lo por ter dito:
“Eu sou a luz do mundo”. Ele vai repetir isso e demonstrar com atos, dando ao cego a
capacidade da visão.
Portanto, a luz é o tema central. Ela dissipa as trevas das nossas cegueiras.

Vamos ler e reler a narração de João 9,1-41(da cura do cego de nascença), permito-me identificar com o cego, para fazer a mesma experiência e com fé dizer: “Eu creio,
Senhor!

A cura do cego de nascença, mostra que Deus nos resgata da lama dos nossos pecados
e nos propõe vida nova, transformando a nossa vida.
Nesta quaresma, faz-se necessário libertar nosso olhar, nossa consciência, para
enxergarmos a realidade de outra maneira e fazermos a revisão da nossa caminhada
para poder segui-Lo, verdadeiramente.
Pontos para refletir

1) Reconheço-me cego e acolho a luz?
2) O que significa ver e caminhar na luz?
3) Porque o caminho pascal nos faz nascer?
4) Se afastados da luz e distanciados da missão e propósito de Jesus, temos
consciência que estamos cegos por causa do orgulho, da soberba e da
prepotência?
5) Com quais ações podemos contemplar alegremente as maravilhas do vosso
amor?

Com a intercessão de Nossa Senhora, que foi a primeira a receber Jesus, luz do mundo,
possamos obter a graça de acolher novamente nesta Quaresma a luz da fé,
redescobrindo o dom inestimável do Batismo, que todos nós recebemos.
Com o olhar contemplativo, com brilho e admiração pela presença do outro rezemos
uma Ave Maria e um Pai Nosso.

** Reflexão do Evangelho preparado pela Maria Ilda de Mendonça ( Pedagoga , Formada pelas Paulinas / FAJE Bíblia em Comunidade , Membro da Pascom – Pastoral da Comunicação Maria Serva , Coordenadora do Terço Praça do Coreto Setor III – N.Sra. Visitação , Membro da Equipe Setorial Maria Serva ).




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *