Search
Saturday 25 June 2022
  • :
  • :

Primeiro mês de Ordenação do Diácono Mauro Lúcio Barbosa

Paróquia Maria Serva do Senhor – 21 anos

Subsídios para matéria sobre o primeiro mês da Ordenação do Diác. Mauro Lúcio Barbosa.

Bençãos e bençãos!

Saúde e paz!

Apresentação:

Mauro Lúcio Barbosa – 51 anos – Nascido em BH no dia 20/06/1970 – Ensino primário nas Escolas: Centro Educacional Mineiro – Escola Estadual Dr. Euzébio Dias Bicalho – Escola Estadual Professor Alisson Pereira Guimarães. Ensino Secundário na Escola Estadual Professor Alisson Pereira Guimarães.Graduação em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC/MGPós-graduação em Mercado de Capitais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC/MG.

Casado com Luciana Batista Antunes Barbosa. Filhos: Mauro Pedro Antunes Barbosa e Letícia Antunes Barbosa.

Quando e como se deu o seu chamado:

Minha vocação ao serviço sempre esteve presente. Desde a infância eu já tocava ajudando minha mãe, nas celebrações de primeira comunhão das crianças na Paróquia São Dimas.

Na adolescência e fase adulta fui catequista de crisma em algumas paróquias.

O Chamado definitivo surgiu em junho/2016 quando fui estimulado a trilhar o caminho do diaconato permanente, pelo Pe. Jorge Alves Filho.

Eu estava trabalhando no estado do Pará e só pude começar minha caminhada, efetivamente, para o Diaconato Permanente, no ano de 2017.

Neste ano, o Pe. Gleicion Adriano, nosso Pároco atual, foi quem emitiu a carta de apresentação.

A ele, sou muitíssimo grato pela ajuda que me prestou em todo esse tempo.

Formação / Serviço do Diácono:

A formação diaconal consta da experiência pastoral do candidato, de uma formação teológica acadêmica e de um período de tirocínio para aperfeiçoamento das práticas litúrgicas.

Seu tempo total de formação é de 6 anos aproximadamente.

Pode variar de candidato para candidato.O Diácono Permanente recebe o grau inicial do sacramento da Ordem. Ele deve desempenhar sua diaconia (serviço) na Liturgia, na Palavra e na Caridade. Isso quer dizer que deve auxiliar o Padre nas Missas; ser um grande proclamador da Palavra, principalmente naqueles lugares que o Padre não consegue ir pela falta de tempo; e ser ministro ativo na Caridade juntos àqueles mais necessitados.

Planos / Planejamento:

Os planos do Diácono estão mais ligados às necessidades da Arquidiocese. Ele fica ligado diretamente ao Bispo e, apesar de sempre ajudar na sua paróquia, não está ligado diretamente a ela.

No meu caso fui designado para a Pastoral da Sobriedade. Esta pastoral atua na recuperação de dependentes químicos e alcoólatras, em âmbito de toda a Arquidiocese.

Apesar disso, nunca podemos nos esquecer de nossa paróquia de origem, lugar onde estarei sempre servindo dentro da minha disponibilidade e das necessidades da Paróquia.

Amém!

Fotos: Pascom/Diacóno

Publicação: Pascom/Pastoral da Comunicação




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.