Search
Monday 6 December 2021
  • :
  • :

Nascimento de Jesus

 

O Apostolo São João escreveu no cap.1 vers.14: “E o VERBO (Palavra: 2ª pessoa da Santíssima Trindade) se fez CARNE (homem=Jesus) e HABITOU (nasceu) entre nós“, em bom latim: “Et VERBUM CARO factum est, et HABITAVIT in nobis.”

                        Jesus nasceu na humildade de um estábulo, em uma família pobre. As primeiras testemunhas do evento foram simples pastores. É nesta condição que se manifesta a glória do Céu, ao contrário de toda história do orgulho e das ofensas que a humanidade arrumou contra o Bom Deus. A Igreja não cansa de cantar a glória dessa noite do NATAL DE JESUS: “Hoje a Virgem Maria traz ao mundo o ETERNO! E a terra oferece uma gruta ao Inacessível. Os anjos e os pastores O louvam, e os magos caminham com a estrela. Menino, Deus Eterno, você nasceu por nós!” (CIC-525)

                        Celebrar o NATAL é recordar e festejar o maior acontecimento da nossa história, capaz de dividir o próprio tempo em antes e depois (AC-DC). É mistério da ENCARNAÇÃO DE DEUS, tão amado e celebrado por São Francisco de Assis. É mistério porque é incompreensível segundo nossos padrões humanos. Deus e Jesus, duas NATUREZAS distintas, Divina e Humana e UMA SÓ PESSOA. Um só Deus, Majestoso e pobre. Grandioso e pequeno. Poderoso e indefeso. São os caminhos que Ele escolheu para nos ensinar! Aparentes contradições Divinas que nos tiram do orgulho e das trevas e nos faz obedientes e maleáveis às suas leis. Um dia tudo será esclarecido como diz Nossa Mãe na mensagem deste mês em Medjugorje. São aparentes contradições que nos levam à verdadeira LUZ, JESUS CRISTO: “Siga-Me” Mt 16,24. Seguir Jesus é seguir a Palavra que para nós é questão de Vida Eterna,  para as pessoas de boa vontade e que aceitam a PAZ e BEM.

Fred Margonari – Membro da Pascom 




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *